sexta-feira, 30 de outubro de 2009

O SONHO DE CADA BRASILEIRO HONESTO


A FRANÇA DÁ EXEMPLO. EIS O SONHO DE CADA BRASILEIRO HONESTO: QUE UM DIA NÓS FAÇAMOS O MESMO COM CADA UM DE NOSSOS POLÍTICOS BANDIDOS.

Jacques Chirac será julgado por desvio de verbas na França


Ex-presidente é acusado de criar empregos fantasmas quando era prefeito de Paris nos anos 90

PARIS - O ex-presidente francês Jacques Chirac será julgado por desvio de dinheiro público por um tribunal penal, segundo informaram pessoas próximas ao ex-presidente na manhã desta sexta-feira, 30.Chirac é acusado de ter criado empregos fantasmas nos anos 90, na época em que ainda era prefeito de Paris. Ele governou a capital francesa durante 18 anos, entre 1977 e 1995, ano em que assumiu a presidência da França.

Essa é a primeira vez que um ex-presidente francês será levado a julgamento. Após se beneficiar de 12 anos de imunidade como chefe de Estado, Chirac, 76, já havia sido indiciado no final de 2007 pelas mesmas acusações. Agora, a Justiça entendeu que elas são suficientes para levar Chirac a julgamento.

Acusações

O julgamento determinará se Chirac teve responsabilidade na criação de 21 cargos - supostamente fantasmas - de "encarregados de missões" na prefeitura de Paris. Entre 1983 e 1995, várias pessoas tiveram seus salários pagos pela prefeitura de Paris. Elas teriam trabalhado como consultores do prefeito, mas a Justiça suspeita que seriam, na realidade, ligadas ao partido RPR, de Chirac, que posteriormente se tornou o atual UMP, do presidente Nicolas Sarkozy.

Nesta sexta-feira, a juíza Xavière Simeoni estimou que as acusações eram suficientes para levar Chirac a julgamento. A juíza não seguiu as recomendações do Ministério Público, que havia pedido o encerramento do caso.

Pessoas ligadas ao ex-presidente declararam à imprensa francesa que ele "está sereno e determinado a provar que os empregos não eram fantasmas". O ex-primeiro ministro Alain Juppé, ligado a Chirac, já havia sido condenado, em 2004, a 14 meses de prisão, que puderam ser cumpridos em liberdade condicional, nesse dossiê de empregos fantasmas na prefeitura de Paris.

O Ministério Público ainda pode recorrer da decisão da Justiça de julgar o ex-presidente por desvio de dinheiro público. Se o recurso for apresentado, poderá levar ainda de seis meses a um ano para que o julgamento ocorra.

O nome de Chirac já apareceu em diversos dossiês de supostas fraudes na época em que foi prefeito de Paris, como até em relação aos gastos com coquetéis da prefeitura, mas ele foi indiciado apenas no dossiê dos empregos fantasmas.

http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,jacques-chirac-sera-julgado-por-desvio-de-verbas-na-franca,458821,0.htm

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

FERIADÃO: BONS SONHOS PRA VOCÊ...

video

UM PAÍS DE TOLOS III - A VINGANÇA DO MENSALÃO

Em depoimento, Sandro Mabel nega existência do mensalão

MÁRCIO FALCÃO
da Folha Online, em Brasília

Em depoimento nesta quarta-feira à Justiça Federal, o líder do PR na Câmara, deputado Sandro Mabel (GO), negou a existência do mensalão --suposto esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada.

Ele prestou depoimento como testemunha no processo. Mabel disse que tomou conhecimento do mensalão pela imprensa.

"Nem no [governo] Lula, nem no [governo] FHC [soube de oferta de dinheiro a parlamentares em troca de apoio durante votações no Congresso]. [...] Tenho conhecimento [do mensalão] em razão do que foi divulgado pela imprensa e, na Câmara, fui envolvido em uma ação paralela, mas absolvido", afirmou.

O deputado foi envolvido diretamente no escândalo ao ser acusado pela deputada Raquel Teixeira (PSDB-GO) de ter oferecido R$ 1 milhão e mensalidade de R$ 30 mil para ela se filiar ao então PL, mas acabou absolvido pela Câmara.

O líder do PR afirmou ainda que não conheceu o publicitário Marcos Valério, apontado como operador do mensalão e disse não ter informações sobre qualquer ato ilegal do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, que conheceu em Goiás nos tempos em que o petista era sindicalista. Delúbio é um dos 39 réus do mensalão.

"Conheço o Delúbio de Goiás, que é o meu Estado. Ele era do Sindicato dos Professores. Fazia muito barulho nas praças. A não ser as confusões que ele fez como sindicalista, mas no bom sentido, ele é uma pessoa tranquila. Conheço ele muito antes do governo Lula. Estávamos sempre em campos opostos."

Questionado se a aprovação de reformas do governo Lula no setor elétrico, na previdência e no sistema tributário do país envolveu compensação financeira para os congressistas, Mabel negou.

"Todas as reformas são muito difíceis. São disputas políticas, com muitos interesses sempre. Mas nunca ouvi que se fosse negociar dinheiro para isso [aprovação das reformas]", completou.

Mabel foi ouvido como testemunha de defesa do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e do ex-líder do PP na Câmara José Janene (PR), que são réus no processo.

PTB

Na segunda-feira, o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) José Múcio Monteiro afirmou que o PTB "em hipótese nenhuma" participou do mensalão.

Ex-coordenador político do governo Lula e ex-líder do partido na época do escândalo, Múcio disse que a parceria entre o PTB e o governo não envolveu vantagem financeira em troca de apoio durante as votações no Congresso. A denúncia do mensalão partiu do presidente do PTB, deputado cassado Roberto Jefferson.

Na semana passada, também prestaram depoimento no processo do mensalão a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) e o ex-ministro da Fazenda e deputado Antonio Palocci (PT-SP). Os dois disseram que não tinham conhecimento do suposto esquema e elogiaram o ex-ministro e deputado cassado José Dirceu (Casa Civil). Dilma chegou a falar que Dirceu foi "injustiçado".

Acusação

O ex-procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza ofereceu denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) em abril de 2006 contra 40 suspeitos de participarem de um suposto esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada --o mensalão.

Em agosto de 2007, os ministros do STF acataram a denúncia e transformaram os suspeitos em réus.

Entre os denunciados estão os ex-ministros Luiz Gushiken (Comunicação do Governo), Anderson Adauto (Transportes) e José Dirceu (Casa Civil), além do empresário Marcos Valério, os deputados João Paulo Cunha (PT-SP) e José Genoino (PT-SP) e o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ).

Dos 40 denunciados, 39 continuam respondendo como réus. O ex-secretário-geral do PT Silvio Pereira fez um acordo e foi excluído da ação em troca do cumprimento de pena alternativa.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u644348.shtml

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

SEMÂNTICA


Vejam vocês, caros 8 leitores do blog, vejam se isso é nome pra se colocar em qualquer negócio que não seja ligado a sexo...

A foto não é montegem. Foi tirada na minha última visita a Guarapuava (PR).

VIVA A NOSSA MASCOTE!!!


Enquanto tirava o lixo de casa, adolescente é baleado e morre no Rio

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Um adolescente de 15 anos morreu baleado na manhã desta quarta-feira (28) nos entornos do complexo de Manguinhos, zona norte do Rio de Janeiro. O rapaz foi encontrado com um tiro na cabeça na comunidade Nelson Mandela 3, zona norte do Rio de Janeiro, próxima ao Parque do Arará, onde homens do Batalhão de Operações Policias Especiais (Bope) faziam uma operação contra o tráfico de drogas.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM), viaturas que estavam na região foram atingidas por balas vindas da comunidade Mandela, por volta das 10 horas. "Lá chegando, os policiais constataram que havia um jovem ferido", diz a nota PM. Um cerco, segundo as autoridades, foi feito para que a ambulância pudesse chegar próximo ao rapaz, identificado como Rafael Rocha Ribeiro. Feito o resgate, no entanto, o jovem não resistiu e morreu no caminho do Hospital Estadual de Bom Sucesso.

Segundo o líder comunitário Luiz Ricardo Ferreira da Silva, o adolescente tinha levado o irmão mais novo à escola. Na volta para casa, passou em um comércio, comprou pão e entrou em sua residência. "Quando ele saiu novamente para levar o lixo, foi atingido. Ninguém sabe o que aconteceu", diz o responsável pela associação de moradores, que garantiu que, no momento exato do tiro, não havia operação na comunidade. "Vamos protestar por mais essa vida perdida", disse Luiz, que organizou uma manifestação para reclamar da situação de segurança na região.

Após o incidente, o Bope manteve sua posição e passou a intensificar a operação. Os confrontos na zona norte do Rio já deixaram mais de 40 mortos desde o último dia 17, quando traficantes rivais invadiram o morro dos Macacos, controlado pela ADA (Amigos dos Amigos), em disputa pelos pontos de vendas de drogas. Na ocasião, um helicóptero da PM foi derrubado pelos criminosos, matando três oficiais. Deste então, um forte cerco feito pelos policiais vem gerando uma sangrenta batalha que assusta moradores e provoca tiroteios constantes.

Bebê ferida no braço

Caienny, menina de 11 meses que perdeu a mãe e foi baleada no braço em confronto similar no último domingo, segue internada no Hospital Estadual Getúlio Vargas. Ao contrário de suposições anteriores, ela não corre mais o risco de perder o braço. Ela foi operada logo após ser ferida para corrigir a fratura no antebraço esquerdo. Seu estado de saúde está "evoluindo satisfatoriamente", segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Saúde. Ela já está se alimentando e está sendo acompanhada por ortopedistas e pediatras. Não há previsão de alta.

http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/10/28/ult5772u5827.jhtm

VOCÊ SABIA?????


VOCÊ SABIA QUE...

- Mais de um bilhão de pessoas no mundo vive com menos de um dólar por dia;
- Cada dia, morrem, por causa da fome, 24 mil pessoas. 10% das crianças, em
países em desenvolvimento, morrem antes de completar cinco anos...
- um terço da população é mal alimentado e outro terço está faminto.
- Que a cada dia 275 mil pessoas começam a passar fome ao redor do mundo. O
Brasil é o 9º pais com o maior número de pessoas com fome...
- Atualmente, cerca de 1,2 bilhão de pessoas se encontra no estado de alta
pobreza devido às condições climáticas de suas regiões.

Você Sabia?
- Mais de um bilhão de crianças, a metade dos menores do mundo, é castigado
pela pobreza, as guerras e a Aids;
- Todos os dias, o HIV/AIDS mata 6.000 pessoas e infecta outras 8.200 .
- Todos os anos, seis milhões de crianças morrem de má nutrição antes de
completar cinco anos.
- Cerca de 90 mil crianças e adolescentes são órfãos no Brasil, à espera de
uma adoção.
- a escassez de água já atinge 2 bilhões de pessoas. Esse número pode dobrar
em 20 anos...

Você Sabia?
- Cerca de 100 milhões de pessoas estão sem teto;
- No Brasil, são 33,9 milhões de pessoas sem casa. Só nas áreas urbanas, são
24 milhões que não possuem habitação adequada ou não têm onde morar.
- Que vinte e cinco milhões de pessoas são dependentes de drogas no mundo;
- Que os indígenas continuam a ser vítimas de assassinatos, violência,
discriminação, expulsões forçadas e outras violações de direitos humanos.

Você Sabia?
- Mais de 2,6 bilhões de pessoas não têm saneamento básico e mais de um
bilhão continua a usar fontes de água imprópria para o consumo.
- Cinco milhões de pessoas, na sua maioria crianças, morrem todos os anos de
doenças relacionadas à qualidade da água.
- No mundo inteiro, 114 milhões de crianças não recebem instrução sequer ao
nível básico e 584 milhões de mulheres são analfabetas.

Você Sabia?
- Que é gasto 40 vezes mais dinheiro com cosméticos do que com doações...
- é gasto 10 vezes mais dinheiro com armas do que com educação básica;
- O Brasil é campeão mundial de desmatamento. Em segundo lugar está a
Indonésia: 18,7 km2 por ano e, em terceiro, segue o Sudão, com 5,9 km2.
- O país perdeu um campo de futebol a cada dez minutos na Amazônia, nos
últimos 20 anos.

..Agora você já sabe.

E vai ficar aí parado? Tome uma atitude.

Milhões de Pessoas em Pobreza Extrema Precisam da sua Ajuda!
Seja Voluntário você Também!

Planeta Voluntários
www.planetavoluntarios.com.br
Porque ajudar faz bem!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

TUUUUUUUDO A VER...

UM PAÍS DE TOLOS II - A MISSÃO


Crescem despesas sigilosas do Planalto com cartão

Entre janeiro e setembro de 2009, os gastos sigilosos do Planalto com cartões de crédito corporativos somaram R$ 5,3 milhões.

A cifra excede em R$ 1,5 milhão as despesas feitas no mesmo período em 2008. Um tônico de mais de 9%.

Deve-se a informação aos repórteres Edson Luiz e Izabelle Torres. A despeito do aumento, a CGU diz que decresceram as operações feitas por meio de cartões.

Tomado pelos primeiros nove meses, o ano de 2009 já registra o terceiro maior volume de gastos com cartões da gestão Lula.

Só perde para os dois anos inaugurais do primeiro mandato –em 2003, gastou-se R$ 5,6 milhões. Em 2004, R$ 6,4 milhões.

Nada de anormal, na visão do secretário-executivo da Controladoria Geral da União, Luiz Navarro.

Ele diz que o governo limitou em 30% o uso dos cartões corporativos para saques de dinheiro vivo, na boca do caixa.

"O aumento era natural, mas as comparações mostram que há normalidade nesse tipo de pagamento", diz Navarro.

De resto, informa que a CGU não tem recebido denúncias de irregularidades no manuseio dos cartões corporativos.

No caso da Presidência da República, os dispêndios são sigilosos. O contribuinte paga, mas não sabe o que está financiando.

Escrito por Josias de Souza às 05h13

http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/arch2009-10-01_2009-10-31.html#2009_10-27_04_14_30-10045644-0

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

IRMÃ E MÃE DE FIDEL CONTRA A REVOLUÇÃO


IRMÃ E MÃE DE FIDEL CONTRA A REVOLUÇÃO

Até mesmo a irmã e a própria mãe de Fidel Castro são contrárias ao regime comunista de terror, prisões e mortes que o revolucionário das cavernas implantou na ilha-prisão.

Mas há quem defenda esses assassinos em nome de uma ideologia que já matou milhões em todo o planeta. A irmã de Castro deixa claro que as ordens para executar inocentes vinha de Fidel e do tão idoloatrado assassino Che Guevara.

Pior é ver "teólogos", "pastores" defendendo essa corja como se fossem os heróis do Reino de Deus na Terra. Gente que se diz "libertadora dos oprimidos". Criticam e odeiam os EUA - que nunca foram e nunca serão santos - e a ditadura militar brasileira - também inaceitável - mas dão de ombros sobre os assasinatos de seus heróis de farda e charuto.

Não se importam com os oprimidos que morrem, mas apenas com quem são os opressores que matam: se são ideologicamente alinhados, estão apenas construindo um mundo melhor. Mas se não são aqueles de sua ideologia socialista/comunista, são assassinos, são do Império, são do mal. Isso, repito, com "teólogos" e "pastores".

Há poucas semanas houve grande discussão na imprensa mundial de que se deveria terminar com Guantánamo. Concordo. Mas ninguém, repito, NINGUÉM deu um pio sobre terminar com a ditadura que oprime há 50 anos!

Jesus Cristo estaria ao lado de Che Guevara, Fidel Castro e sua ditadura? Duvido.


É o fim...


Irmã de Fidel colaborou com a CIA contra o regime


Juanita Castro, a irmã do ex-presidente cubano Fidel Castro, revelou que colaborou com a agência americana de espionagem CIA contra o governo cubano antes de se exilar em Miami, em 1964.

A revelação foi feita pela própria Juanita em entrevista ao canal de televisão em língua espanhola Univisión-Noticias 23 no domingo.

Ela está lançando um livro de memórias sobre sua relação com os irmãos Fidel e Raúl, que é o atual presidente de Cuba.

O livro Fidel y Raúl, mis hermanos: La historia secreta (Fidel e Raúl, Meus Irmãos: A História Secreta), escrito junto com a jornalista mexicana Maria Antonieta Collins, será lançado nesta segunda-feira nos Estados Unidos, México, Colômbia e Espanha.

Em entrevista à própria Maria Antonieta Collins, na Univisión-Noticias 23, Juanita Castro disse que foi abordada por uma pessoa próxima e também ligada a Fidel.

Rompimento "[Essa pessoa] me disse que trazia um convite da CIA, que eles queriam falar comigo, que tinham coisas interessantes para me dizer e coisas interessantes para me pedir. [Perguntou] se eu estava disposta a correr esse risco, se estava disposta a ouvi-los. Eu fiquei meio chocada, mas de qualquer forma, eu disse que sim", disse.

A entrevista com Juanita Castro está sendo transmitida em partes. Ao final do programa de domingo, a jornalista prometeu revelar mais detalhes sobre o envolvimento de Juanita Castro com a CIA nos próximos programas.

"Amanhã, pela primeira vez, [...] quem ousou propor à irmã de Fidel que ela colabore com a CIA, arquiinimiga dos irmãos Castro." Nos anos 60, a CIA teria elaborado dezenas de planos para tentar matar Fidel Castro.

Juanita Castro, a quinta de sete irmãos, rompeu com os irmãos alguns anos após a Revolução Cubana, de 1959, e tornou-se célebre por sua oposição ao regime comunista da ilha.

Ela disse que começou a perder entusiasmo com a revolução quando viu pessoas serem presas e executadas.

"Nós costumávamos culpar as pessoas do escalão de baixo, mas as ordens não vinham das pessoas do escalão de baixo. Elas vinham do escalão de cima, de Fidel, de Che [Guevara], de Raúl", disse ela ao programa.

Juanita disse que abrigava críticos do regime de Fidel em sua casa, para protegê-los do irmão. Ela disse que sua mãe, Lina Ruz, também ajudou pessoas contrárias ao governo cubano.

Após a morte de Lina Ruz, em agosto de 1963, Juanita disse que passou a se sentir ameaçada, e resolveu deixar o país.

Segundo a reportagem de Maria Antonieta Collins na televisão, ao descobrir sobre o envolvimento de Juanita contra o regime, Raúl ajudou a providenciar um visto para que ela deixasse o país para o México.

A reportagem diz que a última vez que Raúl e Juanita se falaram foi no dia 18 de junho de 1964. Dez dias depois, ela revelou ao mundo suas críticas ao regime de Fidel, em uma entrevista coletiva no México

http://noticias.uol.com.br/bbc/2009/10/26/ult5022u3825.jhtm

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

UM PAÍS DE TOLOS


Governo traça plano para neutralizar CPI do MST no Congresso

da Folha de S.Paulo, em Brasília

Depois de fracassarem na tentativa de arquivar a CPI que investigará as contas do MST, líderes petistas na Câmara e no Senado irão agora discutir uma estratégia para que o andamento da comissão não respingue no governo em 2010.

Os petistas analisam duas opções: instalar logo a CPI para que ela termine antes do início da campanha ou postergar a escolha dos integrantes para que, em meio ao período eleitoral, a comissão fique esvaziada.

A decisão da estratégia será repassada aos demais líderes da base aliada, que devem indicar os titulares da comissão: 17 deputados e 17 senadores.

A comissão foi criada no início da madrugada de ontem, quando a base aliada não conseguiu retirar um número suficiente de assinaturas do requerimento da comissão. O mínimo exigido era de 27 senadores e 171 deputados --a oposição reuniu o apoio de 210 deputados e 36 senadores.

A oposição afirma que as invasões de terra promovidas pelo movimento são financiadas pelo governo federal, por meio de repasses a entidades ligadas aos sem-terra.

Um trunfo da base aliada é a possibilidade de indicar o presidente e o relator da comissão, o que permite a ela medir o ritmo das investigações. "Temos de fazer uso dessa maioria", disse o deputado Dr. Rosinha (PT-PR). Por outro lado, o PT sabe que, em meio à base aliada, há integrantes da bancada ruralista (anti-MST). Ou seja, mesmo que a CPI tenha a oposição em minoria, os ruralistas podem dominá-la.

Agronegócio

Outra ideia dos petistas é usar o foco da CPI -investigar entidades do meio rural e não apenas o MST-, para investigar as contas de entidades ligadas ao agronegócio, como a CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil).

Para que a CPI seja instalada e entre em funcionamento, os líderes dos partidos precisam indicar seus integrantes. Não há um prazo fixo para isso.

Ontem, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse que, diante de uma eventual demora nesse procedimento, "no prazo de algumas semanas, nós mesmos faremos as indicações, seguindo a orientação dada pelo Supremo Tribunal Federal".

Para o MST, a CPI é uma reação dos ruralistas à promessa do presidente Lula de atualizar os índices de produtividade usados na desapropriação de áreas para a reforma agrária.

"Não é possível que essas organizações criminosas recebam apoio e verbas publicas do governo", disse o presidente nacional da UDR (União Democrática Ruralista), Luiz Antonio Nabhan Garcia.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u642163.shtml

POR FAVOR, VISITE AGORA!


Dedico este site a todos que buscam a total liberdade do ser humano:

http://desdecuba.com/generaciony_pt/

Cuba é uma ditadura há 50 anos. O maior ditador das Américas, Fidel Castro, é idolatrado por nosso presidente e sua trupe traidora mensaleira.

Pior que há teólogos, pastores e padres que defendem esse verdadeiro inferno na Terra.

Por avor, visite agora!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

TUCANAGENS


Deputados gaúchos arquivam pedido de impeachment contra Yeda Crusius

da Folha Online

Com 30 votos favoráveis e 17 contrários, o plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou hoje o parecer que recomendava o arquivamento do pedido de impeachment contra a governadora gaúcha Yeda Crusius (PSDB). O parecer foi elaborado pela comissão especial. Com essa votação, o processo contra Yeda foi arquivado.

O pedido de impeachment foi apresentado por sindicalistas ligados Fórum dos Servidores Públicos Estaduais do Rio Grande do Sul. O objetivo era apurar se Yeda cometeu crime de responsabilidade no suposto esquema que desviou mais de R$ 40 milhões do Detran-RS.

A sessão que analisou o parecer começou por volta das 15h30 e terminou por volta das 18h40.

O líder da bancada do PT, deputado Elvino Bohn Gass, lamentou a decisão da Assembleia, que segundo ele está encobrindo um crime de responsabilidade de Yeda. "Vários agentes públicos foram indiciados e, ao não tomar nenhuma atitude, a governadora está sim cometendo um crime de responsabilidade", afirmou.

Com o arquivamento do pedido de impeachment, Bohn Gass disse que a oposição vai se concentrar a partir de amanhã na CPI da Corrupção, que a partir de amanhã vai começar a analisar os documentos sigilosos da Operação Solidária, da Polícia Federal, que investiga supostas fraudes em licitações estaduais.

A CPI da Corrupção investiga o mesmo esquema de fraude no Detran-RS e denúncias contra Yeda.

"Nós não vamos parar de investigar porque a a maioria do governo fez uma absolvição cega", afirmou Bohn Gass.

CPI

A CPI da Corrupção na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul rejeitou ontem o requerimento que pedia para que o presidente do Banrisul, Fernando Lemos, fosse ouvido como testemunha.

A comissão investiga o suposto esquema que teria desviado mais de R$ 40 milhões do Detran-RS e denúncias contra a governadora Yeda Crusius (PSDB).

O requerimento foi apresentado pelos deputados Gilmar Sossella (PDT) e Daniel Bordignon (PT) que pretendiam esclarecer operação de crédito do banco com a Alliance One, empresa que contribuiu com recursos para a campanha de Yeda. O pedido foi rejeitado por oito votos a quatro.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u640722.shtml

terça-feira, 13 de outubro de 2009

TERROR


Supositório-bomba é nova arma da Al -Qaeda, diz 'Figaro'

Daniela Fernandes

De Paris para a BBC Brasil


Um documento dos serviços antiterror da França, obtido pelo jornal Le Figaro, revela que a rede Al-Qaeda estaria utilizando explosivos introduzidos como supositórios no interior do corpo para cometer atentados suicidas.

Segundo informações obtidas pela Direção Central de Informação Doméstica, o novo serviço antiterror criado na França, e pela Unidade de Coordenação da Luta Antiterror, a organização extremista já cometeu um atentado desse tipo na Arábia Saudita em agosto passado.

Por meio de um telefone celular, Abul Khair, ativista islâmico detido pelas autoridades sauditas, detonou uma explosão diante do príncipe Mohammed bin Nayef, responsável pela luta contra o extremismo no país.

O príncipe conseguiu escapar do atentado, reivindicado oficialmente pela rede Al-Qaeda. Já o suicida teve o corpo despedaçado em mais de 70 pedaços.

Risco para aviões

As investigações revelaram que o ativista islâmico não usava explosivos amarrados em um cinto, como ocorre normalmente. Ele carregava a bomba no interior de seu corpo, algo até então inédito, ressaltam os especialistas franceses.

"Explosivos ingeridos, ou melhor introduzidos como um supositório, ou seja, indetectáveis", diz a nota oficial francesa enviada ao ministro do Interior, Brice Hortefeux, e revelada pelo jornal Le Figaro.

Segundo os serviços franceses, esse novo modo de operação para cometer atentados representa um desafio para as atuais estruturas de segurança, principalmente no que diz respeito nos controles de embarque em aeroportos.

O esquema de segurança nos aeroportos não dispõe de meios de controle generalizado de todos os passageiros para detectar explosivos escondidos dessa forma.

“Nossas plataformas aéreas são equipadas com detectores de metais. Mas no caso do kamikaze saudita, somente um exame de raio X teria permitido detectar o explosivo”, diz um policial especializado nesse tipo de operação ao jornal.

'Raio X seria Impensável'

O Le Figaro afirma que os conselheiros do ministro francês do Interior dizem ser “impensável” generalizar a utilização de raios X para permitir o embarque nos aviões.

Especialistas da polícia técnica evocam a possibilidade de controlar o sistema de detonação, ou seja, o telefone celular que envia o sinal da explosão por frequência de rádio.

O jornal questiona se passaria a ser necessário “entregar os celulares à tripulação do avião, que os devolveria após o voo”.

O governo francês quer reforçar o controle de passageiros de companhias aéreas e estuda a possibilidade de obrigar as empresas a fornecer dados mais detalhados já no momento da reserva das passagens de voos com origem fora da Europa.

As companhias poderão ter de informar os modos de pagamento, endereço do passageiro e do hotel onde ele se hospedará na França.

Esse sistema já é aplicado para passageiros de países como Irã, Paquistão, Síria, Iêmen, Argélia e Mali.

http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/10/091005_supositoriobombaebc.shtml?s